Porque os professores são desrespeitados?


CAROS COLEGAS PROFESSORES,

Encaminho esse vídeo que me enviaram e que merece nossa reflexão. Realmente nós precisamos nos fazer respeitar, como conclama o jornalista, mas não podemos direcionar nossa luta com ataques aos pais e alunos ou ficar brigando entre nós. O desrespeito é causado por uma política de décadas de descaso pela educação e pelos professores, principalmente a pública, iniciada com a política tecnicista da ditadura militar e que pauperizou nossa profissão e tirou de nós, além de salários dignos, a nossa AUTORIDADE PEDAGÓGICA, rebaixando criminosamente a qualidade do ensino e da formação dos novos educadores!

E esta tem sido a política dos sucessivos governos no Estado de São Paulo, apoiada sorrateiramente pela grande mídia e pelos supostos "amigos da escolas" e "parceiros da educação" (falo aqui das empresas...). Foi assim que a Progressão Continuada, um conceito sério, se tornou em mera APROVAÇÃO AUTOMÁTICA, tirando de nós e dos Conselhos de Classe a autoridade pedagógica necessária para exercermos oMagistério. Tudo isso ainda continua através do que o Prof. Demerval Saviani denomina "neotecnicismo", com suas palavras bonitas e conceitos deslocados, disfarçando cinicamente os reais objetivos de uma educação que visa tão somenteformar mão de obra de segunda categoria para o "mercado de trabalho", ou seja, para atender as necessidades imediatistas do sistema produtivo e de serviços.

Ao sistema capitalista global e seus grandes conglomerados político-econômicos, que o dominam a partir dos países centrais desse mesmo sistema, não interessa e nunca interessou uma formação integral das novas gerações, nem mesmo a formação de mão de obra verdadeiramente qualificada nos países periféricos do sistema, como ainda é o Brasil. A estes "senhores da economia global", "senhores das tecnologias, da mídia, das finanças e da guerra", não interessa a valorização dos professores que pretendam ser verdadeiros educadores. O seu discurso da "qualidade da educação" é apenas restrito aos repetidores de tecnologia que devemos ser, repetidores de receitas pedagógicas vindas em "cadernos do professor", em apostilas, leis e resoluções repassadas obedientemente pelas Diretorias de Ensino e suas equipes técnicas servis e/ou presas ao "monstro da burocracia", com seus tentáculos invisíveis, mas mortais.

Portanto, penso eu, quando o caro jornalista fala em seu vídeo que somos desrespeitados e devemos exigir respeito, concordo; porém, nossas ações devem ser contra os verdadeiros inimigos da educação (embora se passem diabolicamente por "amigos"...) e de forma coletiva e organizada. Não é àtoa que a grande mídia e os governos que servem aqueles "senhores" têm feito de tudo para destruir a nossa união e organização nas últimas décadas e, infelizmente, muitas vezes o têm conseguido por nossa culpa, cansaço ou ingenuidade (!?) A nós não resta senão continuar lutando, o que é muito bom para a saúde física e mental: emagrece e evita depressão!!!

Grande abraço do "filósofo da Lapa"!

PROF. CHICO GRETTER 

Vice-presidente da Associação dos Professores de Filosofia e Filósofos do Estado de São Paulo


Clique aqui e veja o vídeo

Um comentário:

Guia de Abordagem Didático

Textos Didáticos